INSTITUIÇÕES DE FOMENTO ANUNCIAM AÇÕES DE ESTÍMULO À ECONOMIA PARA AJUDAR A MINIMIZAR O IMPACTO DO C

D

Diante do cenário adverso causado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), diversas instituições de fomento associadas à ABDE anunciaram medidas especiais para auxiliar empresas de diferentes segmentos que podem ser afetadas neste momento. Com isso, o Sistema Nacional de Fomento tem buscado apoiar os empreendedores brasileiros, para que a pandemia não inviabilize empreendimentos e gere menos impacto econômico e social.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou, no último domingo (29/3), o lançamento do programa “BNDES Apoio Emergencial ao Combate da Pandemia do Coronavírus”, com foco na área da saúde, e a operacionalização de R$ 40 bilhões em recursos para financiar a folha de pagamento das empresas e evitar demissões. Na semana anterior, o banco já havia anunciado uma série de medidas em caráter emergencial para ajudar a mitigar os efeitos da pandemia do novo coronavírus no Brasil, como a ampliação do crédito para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) e a suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos. Somados, os projetos devem levar a um impacto positivo na economia de R$ 97 bilhões. Leia mais: https://abde.org.br/noticias/covid-19-novas-iniciativas-do-bndes-viabilizam-atendimentos-de-saude-e-manutencao-de-empregos/

A Desenvolve SP irá disponibilizar crédito de meio bilhão de reais para financiamentos com condições diferenciadas para o Turismo, Cultura, Economia Criativa e Comércio, além de micro, pequenas e médias empresas em todo território paulista. Além disso, a agência de fomento reduziu a taxa de juros da sua linha de capital de giro. Leia mais: https://abde.org.br/noticias/desenvolve-sp-reduz-juros-para-ajudar-no-impacto-do-covid-19/ O Banco do Brasil anunciou que dispõe de R$ 100 bilhões para empréstimos a pessoas físicas, empresas e o agronegócio para enfrentar a pandemia. Também há recursos para compra de suprimentos e outros investimentos na área de saúde, eficiência energética, infraestrutura e viária, educação e saneamento para prefeituras municipais e governos estaduais. Os recursos irão reforçar as linhas de crédito já existentes, principalmente as voltadas para crédito pessoal e capital de giro. Mais informações em: https://abde.org.br/noticias/covid-19-banco-do-brasil-anuncia-linhas-de-credito-com-r-100-bilhoes/ A Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio) está disponibilizando uma linha de crédito, em que para os microempreendedores individuais estão sendo oferecidas taxas a partir de 0,25% ao mês, carência de 12 meses, prazo de pagamento de até 24 meses e limite de crédito de R$ 21 mil. Já para as micro, pequenas e médias empresas, as taxas são a partir de 0,74% ao mês, carência de 24 meses, prazo de pagamento de até 60 meses e limite de R$ 500 mil. Veja: https://abde.org.br/noticias/covid-19-agerio-disponibiliza-linha-de-credito-para-empreendedores/ Fonte: https://abde.org.br/noticias/instituicoes-de-fomento-anunciam-acoes-de-estimulo-a-economia-para-ajudar-no-impacto-do-coronavirus/

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square